Banana é melhor do que isotônico para recuperar os músculos

Além de repor carboidratos, a fruta tem maior poder anti-inflamatório, aponta estudo

04/04/2018



Para reabastecer as energias durante uma longa corrida ou um treino duro, é melhor tomar uma bebida esportiva ou descascar uma banana? A melhor maneira de repor os carboidratos e prevenir inflamações é comer a fruta, aponta uma pesquisa publicada na PLOS One e divulgada pelo The New York Times (conteúdo em inglês).

 

Há muitas décadas, atletas profissionais e amadores ingerem carboidratos durante uma atividade aeróbica prolongada para ter mais pique, aumentar sua intensidade ou prolongar sua duração. Afinal, os carboidratos repõem rapidamente o glicogênio, o combustível dos músculos, e aliviam o estresse físico do exercício, reduzindo a possibilidade de haver uma inflamação depois.

 

A forma de carboidrato mais fácil de digerir é o açúcar, presente nos isotônicos (ou bebidas esportivas) e também na banana – em forma de frutose –, que ajuda na performance e na recuperação.

 

Um estudo feito em 2012 já mostrava que ciclistas tiveram melhor desempenho e menos inflamação quando comeram banana ou tomaram isotônico do que quando só beberam água. O novo experimento refez o teste com ciclistas e descobriu que aqueles que comeram meia banana a cada meia hora de atividade tiveram menos inflamação do que aqueles que só beberam isotônicos ou água, pois a fruta inibiu a produção de uma enzima que intensifica inflamações, a COX-2.

 

Agora, os pesquisadores se animaram para explorar o potencial de outras frutas, como a tâmara, que tem mais açúcar do que a banana. Enquanto isso, fica a dica de uma solução barata para repor as energias no treino – para quem não tem problemas para digerir bananas, claro.


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação