Coração rejuvenesce com exercício em qualquer idade

Começar uma atividade física depois dos 50 também ajuda a reverter o enfraquecimento cardíaco

30/07/2018



Fazer exercícios com frequência, como sabemos, é uma excelente maneira de manter o coração saudável ao longo da nossa vida. É claro que, quanto antes começamos a nos cuidar, melhor. Mas novos estudos mostram que mesmo quem é sedentário consegue reverter o envelhecimento do músculo cardíaco e das artérias se começar a se exercitar com frequência em qualquer idade, mostra um artigo do The New York Times (conteúdo aqui, em inglês).

 

Quando passamos dos 50 anos, parte do nosso músculo cardíaco já mostra sinais de atrofia e de enfraquecimento, e as artérias podem estar enrijecidas. Tudo isso altera a pressão sanguínea e faz com que nosso coração tenha que trabalhar mais, aumentando o risco de problemas e de falência cardíaca.

 

 

Mas, quando começamos a nos exercitar, mesmo mais tarde na vida, podemos reverter esses efeitos, aponta um estudo feito pela equipe do cardiologista Benjamin Levine, autor desses estudos   o mais recente deles foi publicado no Journal of Physiology.

 

Ao analisar as condições cardíacas de 200 pessoas em idade mais avançada e comparar esses dados às informações sobre suas atividades físicas ao longo de ao menos 20 anos, eles descobriram que, apesar de notar um enrijecimento das artérias tanto no grupo de pessoas sedentárias como no das que se exercitam com menos frequência, as principais artérias de quem se exercitava com frequência estavam relativamente flexíveis e, em termos funcionais, mais jovens e saudáveis do que nos outros grupos.

 

Até aí, tudo bem: esse efeito já era esperado. A novidade é que, ao avaliar um outro grupo de pessoas de meia idade sedentárias que começaram a se exercitar quatro ou cinco vezes por semana, a equipe de Levine descobriu que o coração teve um benefício semelhante. Depois de dois anos de atividade, os ventrículos esquerdos dessas pessoas estavam fortalecidos e mais flexíveis, ou seja, seus corações ficaram mais jovens.

 

Esse resultado mostra que o coração mantém a sua plasticidade na velhice e pode mudar a qualquer momento em que decidamos começar uma atividade física. Isso se fizermos exercícios quatro ou cinco vezes por semana durante alguns anos, reforça Levine. "É um compromisso. Mas eu recomendo pensar nos exercícios como parte da higiene pessoal, assim como escovar os dentes. Deveria ser algo que fazemos no cotidiano para nos mantermos saudáveis."


Compartilhe:

1 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação

Comentários recentes:

JORGE ANTONIO BARROS DA COSTA

01 de agosto de 2018

Excelente matéria. Ajuda e estimular a se começar a prática de exercícios físicos.