Exercitar um lado do corpo reduz a perda muscular do outro

Atrofia e perda de massa muscular devido a lesões são reduzidas quando movimentamos o membro do lado oposto

18/05/2018



Em vez de ficar em repouso, talvez a melhor maneira de se recuperar ao sofrer uma lesão ou quebrar um osso seja justamente continuar se exercitando. Um novo estudo, realizado na Universidade de Saskatchewan, no Canadá, mostrou que exercitar os músculos de um lado do corpo pode fazer com que os do lado oposto se mantenham fortes e em forma, mesmo que estejam imobilizados, informa o The New York Times (conteúdo em inglês).

 

Essa descoberta traz novas implicações para a recuperação de lesões e mostra que nosso corpo tem ainda muitas habilidades desconhecidas. Quando quebramos um osso, rompemos um ligamento ou sofremos com problemas neurológicos que paralisam um membro, esse estado de imobilidade atrofia nossos músculos, que assim perdem força e tamanho, um processo que começa logo nas primeiras horas ou dias depois da lesão.

 

 

Alguns estudos já mostraram que quando pedalamos com uma perna ou levantamos peso com um braço, os músculos do mesmo membro do lado oposto em geral se contraem. Essa nova pesquisa fez o seguinte: avaliou a musculatura dos músculos de dois grupos de pessoas que tiveram de engessar o braço. Um teve de ficar em repouso, enquanto o outro começou a fazer um treino focado nos músculos do pulso. No final, as pessoas que não se exercitaram mostraram uma considerável atrofia muscular, que reduziu em 20% a força de seus pulsos e em 3% a massa muscular do local.

 

Já o grupo que fez exercícios manteve tanto o tamanho como a força dos músculos do pulso do lado oposto. Da próxima vez que tiver de ficar de molho, já sabe: exercitar os músculos do outro lado do corpo pode preservar o músculo imobilizado.


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação