Três motivos para as mulheres jogarem futebol

Bater bola é uma maneira pra lá de divertida de queimas calorias – e fazer novas amizades

18/06/2018



No ritmo do Mundial de futebol da Rússia, muita gente começa a se animar para bater uma bolinha. E isso vale para as mulheres também, claro! Não precisa ser profissional: há times femininos que se formam para jogar recreativamente e depois se divertir com os lances da partida e/ou qualquer outro assunto.

 

A editora da Boa Forma, Daniela Bernardi, calçou as chuteiras para acompanhar um grupo que joga em São Paulo e lista três motivos para as mulheres incluírem o futebol na rotina de exercícios.

 

 

Libera o estresse

 

Ao experimentar uma modalidade de partida mais curta, que dura oito minutos, a jornalista sentiu que esses sprints deram uma boa acelerada no coração. Além disso, na quadra dá para extravasar a pressão acumulada durante o dia (ou a semana). Só não vale escolher um grupo daqueles que discutem por qualquer dividida em campo, para não sair carregada de estresse.

 

Novas amizades

 

Em um time bacana, todo mundo se respeita. E todas têm espaço. Não precisa ser atleta para começar: em quadra, todas são bem-vindas: alta, baixinha, magra, gordinha... Tem espaço para todo mundo - e para fazer novas amizades.

 

Queima divertida de calorias

 

O futebol é uma atividade aeróbica que queima bastantes calorias, ainda mais quando o jogo é corrido. Mas não é só isso. A emoção das jogadas - e das furadas - diverte as jogadoras, assim como compartilhar histórias depois da partida.


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação