10 dicas de livros para estimular o hábito de leitura

Durante esses tempos de distanciamento, ler um livro pode ajudar a reduzir o estresse, melhorar o sono e desenvolver a empatia

27/10/2020



Como anda o seu hábito de leitura durante a pandemia do novo coronavírus? Muitas pessoas buscaram alguma atividade para preencher o tempo neste período de confinamento, e ler um livro, seja na versão física ou digital, pode ser uma forma de estimular a criatividade e o aprendizado.

 

Sem contar os benefícios da leitura. De acordo com a plataforma Ideapod, o hábito promove a saúde mental, ajuda a reduzir o estresse, expande o vocabulário, aprimora o foco e a concentração, melhora a memória, o sono e permite desenvolver a empatia.

 

Então, que tal aproveitar o momento para estimular esse hábito? Abaixo, você confere uma lista de sugestões para começar a ler mais.

 

 

Capitães de Areia, de Jorge Amado

O romance aborda o cotidiano de um grupo de meninos de rua e as aspirações que cada um tem em meio a uma vida marginalizada.

 

Mulheres sem nome, de Martha Hall Kelly

O romance se passa no período da Segunda Guerra Mundial. Caroline Ferriday, personagem principal, trabalhava no consulado francês quando o exército de Adolf Hitler invadiu a Polônia em setembro de 1939.

 

O meu pé de laranja lima, de José Mauro de Vasconcelos

Zezé, um menino de seis anos, tem uma relação imaginária com um pé de laranja lima para se refugiar da realidade de pobreza e de dificuldades em que vive com a família.

 

O amor nos tempos do cólera, de Gabriel García Márquez

O título narra a história de amor entre Florentino e Fermina, que perdurou por mais de 50 anos.

 

Sobre a brevidade da vida, de Sêneca

Para o filósofo estoico, “a vida, se você souber usá-la, é longa” e, no livro, Sêneca traz um ensaio sobre como os seres humanos usam parte do tempo para perseguir objetivos sem valor ou sentido.

 

Velhos amigos, de Ecléa Bosi

A publicação traz pequenas narrativas, em forma de conto ou crônica, a partir de lembranças de velhos operários, imigrantes e pessoas anônimas no Brasil.

 

O homem sem qualidades, de Robert Musil

No romance com tom filosófico, Robert Musil disserta sobre sentimentos humanos e outros temas ambientados nos últimos dias do Império Austro-Húngaro.

 

A peste, de Albert Camus

O romance se passa na cidade de Orã, na Argélia, após ser atingida por uma peste que dizima a população. Temas como solidariedade e solidão são abordados na obra.

 

A dança da morte, de Stephen King

Para os fãs do gênero de terror, esta obra retrata um mundo devastado por uma peste após um erro de computador no Departamento de Defesa liberar um vírus, dizimando 99% da população.

 

Onde estivestes de noite, de Clarisse Lispector

A coletânea reúne 17 crônicas da escritora sobre dores e as aflições do cotidiano a partir de uma narrativa que transita entre o trágico e o cômico.

 

Quer mais dicas de livros? Confira dois vídeos no YouTube (Nina & Suas Letras e Ler Antes de Morrer) e uma publicação da Unibes Cultural com sugestões de várias obras literárias nacionais e internacionais para estimular a leitura.


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação