6 situações que confirmam como é bom ter amigos

Levantamos momentos típicos de uma amizade para você reforçar ou reatar laços fundamentais para uma vida feliz

28/03/2018



Amigo é para essas coisas. Quem nunca ouviu ou falou essa frase depois de uma força ou um galho quebrado? Em situações em que ninguém estenderia a mão, lá estava o seu brother, com um sorriso no rosto, arregaçando as mangas para ajudar ou o ombro preparado, os lenços de lado, para ouvir e conversar. Esse vínculo pode não ser de sangue, ter registro em cartório ou mesmo sofrer com desencontros, mas se mostra essencial para o bem-estar da vida de qualquer um.

 

A amizade reforça comportamentos saudáveis, como, por exemplo, dos amigos que treinam juntos; estimula a procura e o acesso a novidades, como cursos e programas culturais. E, principalmente, evita que, com o passar dos anos, chegue-se à solidão. Como elenca o livro Envelhecimento Ativo: Um Marco Político em Resposta à Revolução da Longevidade, amparado por pesquisas, “aqueles com redes sociais fortes têm menos fatores de risco à saúde, menor incidência de doença cardíaca, menor taxa de mortalidade e melhor saúde mental”.

 

Como diria aquela canção, na vida é tão bom ter amigos. Quer ver alguns exemplos?

 

Vamos curtir juntos?

 

Existem momentos em que é preciso ficar sozinho. Em outros, por que não curtir com a companhia de quem aprecia as mesmas coisas? O seu amigo vai gostar de bater um rango, sair para tomar um drink (sem exageros), até um café com bolo. O programa pode se estender ou começar de outra maneira. Com cinema, teatro, exposição de arte e passeios despretensiosos pela cidade. Tudo vira pretexto para papear e aproveitar as delícias da vida. É só convidar e marcar.

 

via GIPHY

 

Time unido, jamais será vencido

 

Difícil treinar sozinho? Jogar tênis no paredão até vai, mas é muito mais legal contra um parceiro, né? Se você tem amigos com afinidade por algum esporte, vale chamar para treinar. Misturar as turmas do futebol, por exemplo, ainda amplia as opções de amigos para as partidas e também para mais encontros semanais. Outro time que, entrosado, dá resultado, joga no campo dos estudos. Para uma prova da faculdade, pós ou concursos, a dupla, o trio ou o que for, podem unir forças, com cada um impulsionando o colega a partir do seu conhecimento.

 

via GIPHY

 

Preciso de ajuda...

Todo mundo acaba precisando de um help. Pode ser uma carona, o carro emprestado, o sofá por uma noite, um empréstimo, cuidar do cachorro, gato ou filho pequeno e até companhia para ir a um médico. E se é amigo de verdade, pode ter certeza que vai ajudar com a melhor das intenções. Amigo que é amigo indica para uma vaga de emprego, bota na conta da amizade aquele almoço em que um esqueceu o cartão e, se precisar, também ajuda a fazer a mudança de casa.

 

via GIPHY

 

Eu te ajudo

As amizades baseiam-se em trocas. Tem horas em que a gente mais escuta do que fala. Depois, desabafa sem parar. Precisa estar de coração aberto, ter paciência e sabedoria para saber, como devolver, perguntar ou consolar, nem que seja com o silêncio, um abraço ou palavras duras. Da mesma forma que buscamos a generosidade nos momentos difíceis, o amigo é aquele a quem oferecemos isso e muito mais – de bom grado.

 

via GIPHY

 

Quero ser assim

Parou de fumar. Emagreceu. Revelou-se um grande pai ou mãe. Aprendeu com aquela idade. Sacudiu a poeira e agora tá aí, cheio de vida. O seu amigo pode vir a ser um exemplo. De como conseguiu quebrar um padrão ou hábito próprio depois de décadas; de como se saiu numa situação específica, inesperada e/ou preocupante; de como encarou com leveza uma novidade; ou de como superou um obstáculo da vida.

 

via GIPHY

 

O meu melhor amigo é o meu amor

Como insinua a canção “Velha Infância”, dos Tribalistas, esse é o tipo de coisa que pode acontecer. A parceria, a cumplicidade, a admiração, o carinho e a saudade chegam a tal ponto que o sentimento. Talvez estivesse debaixo do nariz há anos, todo mundo percebia, menos vocês. Ou, quem sabe, alguma coisa mudou. Se acontecer, abrace sem medo. Afinal, a vida é tão curta, por que não arriscar – e justamente – com alguém que você já ama?

 

via GIPHY


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação