Como parar de agradar a todo mundo –menos você

Ser gentil demais com os outros pode ser um sinal de que você não se dá a atenção que deveria

19/12/2019



Não tem nada de errado em ser uma pessoa agradável com os outros. O problema é quando começamos a gastar mais energia fazendo o bem para os outros do que para nós mesmos, reflete um artigo da Healthline. "O desejo de agradar aos outros pode prejudicial quando permitimos que os desejos dos outros tenham mais importância do que as nossas necessidades", afirma a terapeuta Erika Miers.

 

Outros sinais preocupantes são ter uma má opinião sobre si mesmo, não conseguir dizer "não" e concordar rapidamente com tudo (mesmo com o que não concordamos). Para desfazer esse desequilíbrio e voltar a focar em se agradar também, confira essas quatro dicas listadas pelo site.

 

 

Seja gentil de verdade

Em vez de reagir automaticamente com gentileza para não desagradar aos outros, pense em ser agradável apenas para ajudar os outros, sem necessidade de aprovação. Antes de oferecer ajuda, reflita: esse ato vai trazer alegria ou ressentimento por não ter reciprocidade?

 

Pense primeiro em você

Para ajudar os outros, precisamos ter energia e recursos emocionais, o que não é possível sem autocuidado. Não é egoísmo: é saudável colocar em primeiro lugar as suas necessidades. "É importante honrar e atender às nossas necessidades", diz Myers.

 

Defina limites

É uma maneira de não exagerar no ímpeto de agradar aos outros. Da próxima vez que surgir o desejo de ajudar alguém, pense em como você se sente, se você não vai sacrificar seu tempo ou uma tarefa que você precisa fazer e se, no final, você vai se sentir contente.

 

Aprenda a esperar

Se você é do tipo que já vem com uma solução assim que fareja um problema de outra pessoa, desafie-se a esperar até que o outro peça ajuda. Muitas vezes, o que o outro quer é um ouvido amigo, não conselhos.


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação