Parar de comer carne vai realmente salvar o planeta?

Para combater o aquecimento global, talvez seja melhor viajar menos de avião

30/09/2019



Ultimamente, muito se tem falado que comer menos carne vermelha é uma maneira de reduzir nosso impacto sobre o meio ambiente. Um estudo feito na Universidade de Oxford, na Inglaterra, mostrou que a produção de carne e leite representa 60% das emissões de gases que causam o efeito estufa e ocupa 83% das terras, aponta um artigo do The Guardian.

 

É por isso que o autor desse estudo, Joseph Poore, concluiu que adotar uma dieta vegana "é a melhor maneira de reduzir seu impacto na Terra, não só no que se refere à emissão de gases do efeito estufa".

 

 

 

Já Tim Benton, professor da Universidade de Leeds, discorda. Em vez de cortar a carne, ele acha mais viável mudar as práticas de produção para reduzir o impacto ambiental. "Esse, para mim, é um futuro muito mais sensato: que comecemos a considerar a carne como algo especial e tratá-la com o respeito que ela merece."

 

Ainda assim, o estudo de Poore mostra que mesmo a produção de baixo impacto ambiental produz mais gases do efeito estufa do que o cultivo de vegetais. A saída seria, então, parar de comer carne? "Acho que seria um pouco demais", comenta Lorraine Whitmarsh, professora da Universidade de Cardiff. "Nossa última pesquisa mostra que as pessoas têm sentimentos conflitantes sobre isso. Metade do público acha que sim, mas 67% acham que seria melhor reduzir as nossas viagens de avião."

 

Falar em banir a carne, para a pesquisadora, pode ter o efeito contrário ao desejado. "Isso pode provocar uma reação defensiva e alienar as pessoas que talvez estejam se acostumando à ideia de que todos temos que fazer algo para combater as mudanças climáticas."


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação