Você já ouviu falar das mulheres da geração sem idade?

Você já ouviu falar das mulheres da geração sem idade?

Pesquisa realizada por jornal britânico mostra renúncia de mulheres ao rótulo “meia-idade”

18/10/2017



O jornal britânico The Telegraph (conteúdo em inglês) realizou uma pesquisa com 500 mulheres e descobriu que 96% das entrevistadas com mais de 40 anos não se consideram dentro do rótulo “meia-idade”. A pesquisa realizada em parceria com uma agência de marketing local também mostrou que 84% das entrevistadas não se definem pela idade que têm.

 

É o que o jornal chama de “ageless generation” ou “geração sem idade”. São mulheres, na casa dos 40 e 50 anos, que se sentem altamente ativas e produtivas e vivendo o auge da vida – e não o declínio como o estereótipo do termo meia-idade pode passar.

96%
das mulheres 40+

não se sentem com meia-idade

67%
se consideram

no auge da vida

91%
não acreditam

que os anunciantes as entendam

 

 

 

Na esteira do estudo produzido pelo The Telegraph, o jornal espanhol El País produziu material com a opinião de mulheres espanholas que já passaram dos 40 anos e falam sobre os rótulos relacionados à idade. Confira algumas declarações:

 

Charo Marcos, 41 anos

 

“Sei perfeitamente qual é minha idade, mas também não tenho a sensação de que o tempo começa a ficar mais curto que é o que sempre se associou à meia-idade. De modo que não, não me identifico com esse rótulo nem com muitos outros.”

 

Silvia Mezquita, 42 anos

 

“Estou melhor do que estava aos 20. Continuo participando de competições de dança, viajo, faço loucuras, me fantasio, continuo aprendendo idiomas, estou na quarta língua. Adoro viver... Não faço nada para parecer mais jovem, não é isso, é que meu estilo de vida é assim.”

 

Manena Quesada, 40 anos

 

“Não me sinto uma senhora de meia-idade, a segmentação por idade está obsoleta e teria de ser mudada.”

 

Charo Fernández, 49 anos

 

"Eu me identifico, sim, com a meia-idade. O que acho que mudou é o conceito. Não sou uma senhora de meia-idade, mas sou, sim, uma mulher de meia-idade. Até diria que uma moça de meia-idade.”

 

A matéria completa e outras declarações podem ser acessadas na versão em português do jornal El País.


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação