4 benefícios que os pets trazem à nossa saúde

Além de companheiros e divertidos, cães e gatos nos deixam mais ativos e menos estressados

17/05/2018



Está em dúvida se é uma boa ideia trazer um animal de estimação para casa? Se o critério for o bem que eles fazem à nossa saúde, a resposta tende a ser positiva. Além de serem companhias divertidas, cães, gatos, pássaros, tartarugas e outros bichinhos podem nos ajudar a levar uma vida menos estressante, sair do sedentarismo e até a reduzir o colesterol, aponta uma lista feita pelo Greatist (conteúdo em inglês) – confira, abaixo, esses e outros benefícios de ter um pet por perto.

 

 

 

Eles fazem bem ao coração  

 

E não é só porque se alegram quando chegamos em casa e adoram se aninhar ao nosso lado. Estudos mostram (conteúdo em inglês) que quem vive com um cão, por exemplo, é menos sedentário e tem pressão sanguínea e níveis de colesterol mais baixos do que quem não tem pets, além de responder melhor a estímulos estressantes.

 

Reduzem o estresse em casa e no trabalho

 

Um animal de estimação também melhora bastante a nossa saúde mental - e isso vale tanto para cães como para gatos, aves, tartarugas... Um estudo (conteúdo em inglês) mostra que as interações entre humanos e animais eleva os níveis de ocitocina em nosso organismo, o que colabora com a redução de estresse e a melhora do humor e da frequência cardíaca. Outro estudo (também em inglês) aponta que conviver com cães ou cavalos ajuda a reduzir sintomas de depressão, ansiedade e estresse pós-traumático.

 

Fazem você levantar do sofá

 

Essa vale principalmente para quem tem cachorro, afinal é preciso passear com eles todo dia - um bom incentivo para sair do sedentarismo e para aliviar o estresse depois de um dia de trabalho. Além disso, os passeios podem ser úteis para conhecer novas pessoas na vizinhança.

 

Previnem alergias

 

Alguns estudos (conteúdo em inglês) mostram que conviver com animais desde a infância pode evitar o desenvolvimento de alergias na vida adulta. Entretanto, ainda não se sabe se isso funciona com os adultos – por enquanto, há evidências científicas que apontam para os dois lados.


Compartilhe:

22 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação

Comentários recentes:

Neia

19 de agosto de 2018

Ótimo