A importância de uma boa alimentação nos tempos de coronavírus

Não existe um nutriente milagroso: só uma dieta equilibrada mantém forte o sistema imunológico

31/03/2020



Será que a nossa dieta pode nos proteger da Covid-19? Se a ideia é eleger um alimento que previna a doença, a resposta é não, informa um artigo da Saúde.

 

“A imunidade é formada por um conjunto de fatores que atuam contra diferentes doenças, vírus e bactérias. Não podemos elencar um único alimento ou uma vitamina para resolver um problema de saúde”, explica o infectologista Hélio Bacha, do Hospital Israelita Albert Einstein à Agência Einstein.

 

 

Na verdade, ter uma alimentação balanceada é o que nos ajuda a manter a força do sistema imunológico. “Se o indivíduo se alimentar corretamente, seu sistema imunológico estará competente, independentemente do tipo de infecção”, afirma a nutricionista Deise Cristina Caramico, professora do Centro Universitário São Camilo.

 

Por isso, o importante é caprichar na variedade para obter todos os nutrientes necessários. Alguns deles podem favorecer a produção de glóbulos brancos, segundo Caramico. É o caso das proteínas — tanto de carne, leite e ovos como de leguminosas —, do zinco (presente nas carnes), do magnésio (leguminosas, castanhas e verduras folhosas), do selênio (castanha do Pará) e das vitaminas A, C e B.

 

Os probióticos, presentes em iogurtes e leites fermentados, também podem dar uma força, pois esses micro-organismos colonizam o intestino e o ajudam na tarefa de manter uma boa imunidade.

 

Só o que não vale é achar que, isolados, alguns nutrientes podem nos proteger do novo coronavírus. Por isso, cuidado com os conselhos de que comer alho, tomar vitamina C e beber água a cada 15 minutos são atitudes que reforçam nosso sistema imunológico — são todos boatos, aponta a Saúde.

 

Por fim, a suplementação de nutrientes só deve ser feita com orientação médica, após o diagnóstico de alguma carência. “Se a alimentação de uma pessoa é balanceada, ela já recebe esses elementos nas quantidades suficientes para manter a boa performance do sistema imune”, diz Caramico.


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação