Exercício aeróbico ajuda a retardar o Alzheimer

Estudo mostra que a atividade física diária beneficia quem sofre de uma forma rara da doença

19/10/2018



Praticar um pouco mais de vinte minutos de exercício aeróbico por dia –como caminhada, natação e corrida-- pode ajudar a retardar a progressão do Alzheimer em pessoas jovens, aponta um novo estudo.

 

A atividade física tem um efeito benéfico nos marcadores de alterações cerebrais que podem causar a doença de Alzheimer autossômica dominante (ADAD), uma forma genética rara da enfermidade que se manifesta em pessoas relativamente jovens, informa o Diário de Pernambuco.

 

 

Depois de avaliar dados de 275 pessoas com idade média de 38 anos e que tinham ADAD, os pesquisadores do Hospital Universitário de Tübingen, na Alemanha, associaram a prática de 150 minutos de exercício por semana a uma cognição melhor e ao desenvolvimento de menos sinais da doença.

 

“Os resultados do estudo são encorajadores, e não apenas para indivíduos com doença de Alzheimer rara causada geneticamente”, afirma Maria C. Carrillo, diretora científica da Associação de Alzheimer. “Se pesquisas adicionais confirmarem essa relação entre atividade física e o aparecimento tardio de sintomas de demência no ADAD, precisaremos expandir o escopo desse trabalho para ver se ele também é verdadeiro para milhões de pessoas com Alzheimer de início tardio, a forma mais comum.”

 

A pesquisa mostra que as pessoas que fizeram atividades físicas por mais tempo pontuaram melhor no Miniexame do Estado Mental (MMSE) e na Soma de Classificação Clínica da Demência (CDR-SOB) e apresentaram níveis menores de biomarcadores do Alzheimer –entre eles a tau, uma proteína que se acumula no cérebro de quem tem a doença.

 

“Um estilo de vida fisicamente ativo pode desempenhar um papel importante em retardar o desenvolvimento e a progressão do Alzheimer. Indivíduos com risco genético para demência devem, portanto, ser aconselhados a buscar uma vida mais ativa”, escreveram os autores do estudo.

 


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação