Por que chá, chocolate e amoras podem nos fazer viver mais

Esses alimentos são ricos em flavonoides, que reduzem risco de morte do coração ou por câncer

21/08/2019



Comer um chocolate, tomar uma xícara de chá ou uma taça de vinho são hábitos que podem nos ajudar a viver mais. Um novo estudo mostra que o consumo de flavonoides --nutriente presente em todos esses alimentos, provenientes de plantas-- pode reduzir o risco de câncer e de morte por problemas cardiovasculares, informa o The New York Times.

 

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores avaliaram os dados de 56.048 pessoas, acompanhando sua dieta e sua saúde durante 23 anos (nesse período, 14.083 delas morreram). O estudo foi publicado na Nature Communications.

 

 

Depois de controlar outras variáveis, como tabagismo, hipertensão e colesterol, os autores do estudo descobriram que as pessoas que mais consumiram flavonoides reduziram em 17% o risco de mortalidade (e em 15% o de morrer do coração) em relação aos que menos ingeriram flavonoides. Em relação ao câncer, a redução foi de 20%. Essa associação ficou mais forte quando o consumo foi de cerca de 500 mg por dia --e favoreceu mais os fumantes, os que bebiam em excesso e os obesos.

 

Além do chocolate, do chá e do vinho, outras boas fontes de flavonoides são frutas cítricas, maçã, brócolis e frutinhas escuras, como mirtilo e amora. Para chegar às 500 mg diárias, é preciso consumir uma xícara de chá, uma maçã, uma laranja ou 100g de mirtilo ou brócolis.

 

"As pessoas que mais consumiam flavonoides também tinham uma tendência a ter uma dieta mais saudável", diz Nicola Bondonno, autor do estudo. "Mas os flavonoides foram associados a um risco menor de mortalidade mesmo depois de ajustarmos outros componentes da dieta e também entre os que tinham maior consumo de frutas e vegetais."


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação