Ter um cachorro pode nos fazer viver mais

Além disso, a convivência com o pet reduz o risco de morte por doenças cardiovasculares

11/10/2019



Você sabia que o cão pode ser também o melhor amigo da longevidade? Uma revisão de estudos sobre o tema mostra que quem tem um cachorro vive mais --especialmente quem já teve um infarto, informa o The New York Times.

 

Os pesquisadores avaliaram dez estudos que envolviam 3,8 milhões de pessoas e descobriram que as que conviviam com os cães tinham um risco de morte 24% menor, e 31% menos chances de morrer devido a uma doença cardiovascular.

 

 

Entre as pessoas que já tinham problemas sérios de coração, donos de cães tiveram uma taxa de mortalidade 65% menor do que as outras pessoas. Para os pesquisadores, uma explicação para esse aumento da longevidade é o exercício feito ao passear todo dia com o cachorro, além dos benefícios psicológicos que essa convivência traz.

 

O estudo ainda não prova a relação de causa e efeito entre os fatores, mas deve ser visto com otimismo, especialmente pelos resultados relativos a quem tem problemas cardíacos, aponta a autora do trabalho, Caroline Kramer, endocrinologista da Universidade de Toronto, no Canadá.


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação