3 perguntas que devemos fazer quando o mercado está nervoso

3 perguntas que devemos fazer quando o mercado está nervoso

Manter a calma em vez de seguir a manada ajuda a enxergar oportunidades para ganhar mais

12/07/2018 - Mara Luquet



A história do Brasil tem mostrado, desde a redemocratização, que momentos de incerteza na economia, principalmente em períodos eleitorais, costumam ser particularmente ricos para investidores de longo prazo.

 

Isso porque nessas horas, em que as dúvidas e os riscos proliferam, bons ativos costumam ser negociados a preços baixos e, você sabe, para ter sucesso com seus investimentos, a receita é comprar um ativo a preço baixo para poder conseguir vendê-lo a um preço mais alto.

 

Quando as dúvidas e os riscos proliferam, bons ativos costumam ser negociados a preços baixos.

O grande risco é saber quanto tempo levará para que esses ativos cheguem ao valor correto. Mas, para aqueles que investem em longo prazo, isso não chega a ser um problema, pois tempo é um ingrediente que se tem de sobra.

 

Assim, quando a campanha eleitoral ganhar corpo e a temperatura nos mercados aumentar ainda mais, ajuste o foco dos seus investimentos. Isso fará toda a diferença para que você consiga aproveitar as oportunidades sem se deixar levar por nervosismos de mercado.

 

 

Os comportamentos de manada, em que multidões de investidores seguem a mesma direção, seja de compra ou de venda, não costumam ser bons conselheiros. Não são poucos os investidores que amargam prejuízos desnecessários apenas porque se deixaram contaminar pelo clima de pânico.

 

Manter a racionalidade em momentos de nervosismo nos mercados é extremamente difícil, mas costuma ser altamente rentável, dizem investidores que conseguiram acumular fortunas nessas ocasiões.

 

Seja comprando diretamente ou por meio de fundos ou planos de previdência, o importante é manter a calma respondendo a estas três perguntas:

 

Afinal, qual é o risco real?

Afinal, qual é o risco real?

Muitas pessoas pulam de uma aplicação para outra a qualquer oscilação no preço dos ativos ou das cotas dos fundos. Antes de fazer qualquer movimento, informe-se dos reais motivos que levaram àquela oscilação. A resposta não serve apenas para acalmar; pode até mesmo ajudar a identificar uma oportunidade de compra.

Quando precisarei resgatar essa aplicação?

Quando precisarei resgatar essa aplicação?

É fundamental saber se o tempo que você dispõe para manter a aplicação será suficiente para que sua carteira recupere o valor. Não há certezas nessa seara, mas alguns ativos, principalmente na renda fixa, em que os títulos têm prazo de vencimento, podem ter sinalizações bastante confiáveis para que você fique confortável com sua aplicação.

Posso ganhar mais em uma aplicação mais segura?

Posso ganhar mais em uma aplicação mais segura?

Aqui, basicamente, estamos falando do conceito de custo de oportunidade. E o custo de oportunidade numa economia é a taxa de juro. Quando as taxas de juros de uma economia estão muito altas, dificilmente valerá a pena ficar estacionado numa aplicação esperando sua valorização. Já quando a taxa básica cai, o custo de oportunidade é mais baixo, por isso a espera poderá resultar numa recompensa atraente.

0 Perguntas:

Pergunta enviada
para aprovação


Compartilhe: