Inovação não tem idade

Empresas de tecnologia, que fazem parte do nosso dia a dia, mostram que talento não depende de gênero, cultura, etnia nem de idade

por Mara Luquet



O Vale do Silício, berço da inovação, está envelhecendo.

 

Uma pesquisa do Silicon Valley Institute for Regional Studies, mostra que nesta região do Norte da Califórnia, o grupo etário entre 60 e 69 anos de idade respondeu pela maior taxa de crescimento no período de 2005 a 2015.

 

 

Ainda segundo a pesquisa, a população do Silicon Valey na faixa etária entre 70 e 79 anos de idade na próxima década aumentará 62%. Já a faixa entre 30 e 39 anos de idade e também as crianças abaixo dos 10 anos irá diminuir entre 5 e 8%.

 

Nada mais emblemático.

 

Inovar, no século do aumento da expectativa de vida, não tem idade. Apple, Google, Netflix, Amazon, Airbnb e tantos outros ícones que nasceram no Vale do Silício e transformaram a forma como vivemos recrutam talentos sem olhar para gênero, cultura, etnia e claro também idade. Está tudo junto e misturado e esse é o principal alimento da inovação.

 

Há quem pense que inovação é sinônimo de pouca idade. Sério.

 

Ainda há muita gente boa em postos estratégicos que acreditam firmemente que ao renovar sua equipe de trabalho por jovens profissionais estão na vanguarda da inovação.

 

Eles precisam urgentemente rever seus conceitos sob pena de perder para seus concorrentes a corrida pela liderança na transformação que vivemos hoje na forma de trabalhar, se relacionar, consumir produtos e serviços, enfim fazer a economia girar.

 

A inovação nasce da diversidade é fato.

 

E se você acha que já passou da idade para inovar, provavelmente não está se informando corretamente e, pior, pode estar se sabotando. 

 

Hoje a liquidez internacional faz com que investidores por todo o planeta procurem bons projetos inovadores, disruptivos e, pode apostar, eles estão atrás de boas ideias e elas podem nascer na mente criativa de qualquer idade.

 

Aqui você poderá ver uma matéria que fiz sobre como os brasileiros podem buscar oportunidades no Vale do Silício.

0 Perguntas:

Pergunta enviada
para aprovação


Compartilhe: