Todo investimento tem riscos

Para obter retornos atrativos é preciso diversificar sua carteira de investimentos. Por isso, invista em informação

por Mara Luquet



Simples assim. Alguns mais, outros menos, mas riscos sempre haverá.

 

Nos anos em que as taxas de juros no país alcançavam patamares de dois dígitos, o risco de mercado era um aspecto pouco considerado na hora de escolher uma aplicação. Afinal, com taxas de juros tão altas, costumava ser difícil que as aplicações em renda fixa perdessem para a inflação, por maior que ela fosse.

 

Os Títulos do Tesouro Nacional, por exemplo, além de renderem uma remuneração excelente, apresentavam, como ainda hoje, um baixo risco de crédito. Dessa forma, não havia motivação para subir a escala de riscos quando já se tinha retornos tão atraentes.

 

Hoje, os tempos são outros. Para obter retornos atrativos, você precisará diversificar sua carteira, contemplar aplicações que embutem mais riscos e, de preferência, de prazos mais longos.

 

 

A boa notícia é que, atualmente, no Brasil, é possível encontrar uma gama de produtos de investimento de diversas categorias. A tendência é esse número aumentar ainda mais se as taxas de juros se mantiverem no atual patamar.

 

Antes de colocar a mão no bolso, contudo, entenda seu perfil de risco. Este é o primeiro passo para começar a diversificar sua carteira de investimentos.

 

Muita atenção a este ponto. Em períodos de euforia as pessoas tendem a superestimar o apetite ao risco. Defina, então, os prazos das suas aplicações. Aplicações de prazo mais longo poderão, ou até mesmo deverão, contemplar investimentos de maior risco para buscar um retorno maior.

 

Até porque, aplicações de longo prazo em investimentos muito conservadores correm o risco de perder para a inflação. Esse é um risco que não pode ser subestimado. Da mesma forma, aplicações de curto prazo em investimentos de maior risco podem incorrer em perdas desnecessárias.

 


O próximo passo é conhecer sua resiliência para suportar perdas. Quanto você toleraria perder tentando maximizar o retorno da sua carteira?

 

Por fim, conheça os riscos embutidos em cada aplicação. Muitas vezes, o receio de diversificar a carteira de investimentos é provocado pelo desconhecimento dos níveis de riscos embutidos em cada investimento. Essa desinformação também pode levá-lo a correr riscos para os quais não está preparado.

 

Por isto, antes de mais nada, invista em informação.

0 Perguntas:

Pergunta enviada
para aprovação