O que é mito e o que é verdade na prevenção ao novo coronavírus? Você já sabe tudo que deve fazer para não pegar nem transmitir a doença? Faça este teste e descubra

1

É mais fácil pegar o vírus de uma pessoa do que de uma superfície contaminada.

Resposta:

A contaminação por aerossol (quando as partículas mais leves de saliva contendo o vírus ficam suspensas) tem sido mais frequente do que por contato com as gotículas maiores de saliva ou superfícies infectadas, explica Daniel Mansur, membro do Comitê Científico da Sociedade Brasileira de Imunologia. “Analisando os maiores centros de transmissão, como Milão, Nova Iorque e Wuhan, o aerossol foi responsável por mais casos do que as gotículas, porque o vírus fica flutuando no ar por mais tempo.”

Escolha uma opção

2

Se não tenho sintomas, não tem problema encontrar ou visitar outras pessoas.

Resposta:

Uma pessoa pode estar com a doença mesmo que ainda não apresente sintomas — e, assim, transmitir a Covid-19. Por isso é tão importante usar a máscara e obedecer à regra do distanciamento físico. “Os casos relatados de pessoas que transmitiram o vírus a outras pessoas enquanto pré-sintomáticas ou assintomáticas ocorreram em famílias ou domicílios, durante refeições compartilhadas ou durante visitas com familiares hospitalizados”, alerta Fabrício Souza Campos, da Sociedade Brasileira de Virologia.

Escolha uma opção

3

É preciso tomar cuidado ao tocar em objetos e superfícies fora de casa, pois eles podem transmitir o vírus. Isso é um mito ou uma verdade

Quando uma gotícula de saliva contaminada cai em uma superfície, o novo coronavírus pode se manter ativo ali por até três dias. Em geral, ele se mantém ativo por um dia em papelão e durante dois ou três dias em superfícies metálicas e de plásticos rígidos.

Escolha uma opção

4

A máscara deve sempre cobrir todo o nariz e todo o queixo.

Resposta:

A máscara funciona como uma barreira física, e não basta cobrir apenas a boca e as narinas para não espalhar nem receber gotículas de saliva que podem conter o vírus. “Para que a proteção seja efetiva, o ideal é que a máscara cubra o nariz inteiro e desça até o queixo, de modo que não sejam formados vãos por onde gotículas possam entrar”, esclarece Campos.

Escolha uma opção

5

A principal função da máscara é a de me proteger contra novo coronavírus.

Resposta:

A principal função da máscara é evitar que as pessoas que tenham a Covid-19 transmitam a doença aos outros, explica Mansur. “Ela ajuda mais a não transmitir do que a não se contaminar. Como existem pessoas que transmitem a doença até mesmo antes de ter sintomas ou de saberem que estão doentes, é importante que todos usem máscaras. Como esses aerossóis e as gotículas saem pelo seu trato respiratório, precisamos sempre cobrir o nariz e a boca.”

Escolha uma opção

6

A melhor maneira de retirar a máscara é por seus elásticos laterais.

Resposta:

A maneira correta de retirar a máscara é pegá-la pelo elástico ou pelas amarras, sem tocar a parte que cobre o rosto, que pode ter sido contaminada. “Quanto menos contato você tiver com a superfície potencialmente contaminada, menos você vai se expor ao vírus”, afirma Mansur.

Escolha uma opção

7

Não tem problema colocar a máscara no queixo para falar com alguém rapidinho. Isso é um mito ou verdade?

Como a função da máscara é não espalhar o vírus, você pode infectar alguém se tirá-la da frente da boca para falar, especialmente se rir, espirrar ou tossir. Abaixá-la até o queixo para falar ou respirar também aumenta as chances de infecção. “Há o risco da máscara se inverter. A parte externa, que talvez esteja com o vírus, pode virar para dentro e ficar em contato com a pele, na área das mucosas, podendo, neste momento, ocorrer a contaminação”, explica Campos.

Escolha uma opção

8

Abrir as janelas de um ambiente reduz as chances de infecção

Resposta:

Enquanto a pandemia não for vencida, será sempre uma boa ideia deixar abertas as janelas de ambientes fechados, especialmente quando houver mais pessoas presentes. “Deixar o ar circular é uma das melhores maneiras de não infectar as pessoas que estão no ambiente, justamente porque aquele aerossol vai ser disperso, não vai ficar flutuando”, aponta Mansur.

Escolha uma opção

9

Quem já pegou a doença está protegido da Covid-19. A afirmação é um mito ou uma verdade?

Os pesquisadores ainda não têm a resposta para essa questão, e um estudo recente feito com quem teve a doença, mostra uma queda dos anticorpos que neutralizam o Sars-CoV-2 em oito semanas. “Não se sabe por quanto tempo as pessoas ficam imunes depois de pegar a infecção, nem o que significa essa imunidade”, afirma Mansur. “Na falta de teste, é difícil cravar quando a pessoa está sem vírus, mesmo que ela esteja sem sintomas.”

Escolha uma opção

10

Se eu pegar a doença, posso voltar a encontrar as pessoas

Resposta:

Ainda não se sabe quanto tempo uma pessoa infectada demora para ficar totalmente livre do vírus e não transmiti-lo mais para os outros, aponta Mansur. Por isso, o melhor é continuar respeitando o distanciamento físico e sempre usar máscara em público, mesmo depois de contrair a Covid-19. “Tem gente que fica liberando vírus por até um mês e tem gente que não libera mais em duas semanas. Depende também da gravidade da doença que a pessoa teve.”

Escolha uma opção

respostas
no total.

Compartilhe: