8 cuidados que devemos ter ao andar de bicicleta

Pedalar faz muito bem à saúde – especialmente quando não deixamos de lado a nossa segurança (e a dos outros)

por Robson Caetano



Para quem curte a magrela, fica a dica: pedalar é preciso. Andar de bicicleta é uma boa maneira de fortalecer o coração, reforçando sua capacidade de bombear o sangue arterial de forma mais eficiente, e de dar mais ânimo ao nosso dia. Além disso, as pedaladas fortalecem as pernas e as subidas turbinam os músculos das coxas.

 

Sem contar que pode ser divertido e revigorante sair de bicicleta com a família nos finais de semana –  você também pode ir pedalando para o trabalho e, ainda, colaborar para um meio ambiente menos poluído.

 

Mas, para aproveitar tudo isso, precisamos tomar alguns cuidados conosco e com a magrela, para que nossos passeios sejam experiências sempre agradáveis. Aqui vão alguns deles:

 

Proteja-se!

 

Capacete, protetores para joelhos e cotovelos são uma boa pedida para as crianças e, principalmente, para a turma da melhor idade.

 

Selim a altura

 

Ajuste o selim (banco) a uma altura que dê pé, pois quando você tiver que fazer uma parada rápida com a bicicleta, não terá dificuldade para colocar os pés no chão. 



“Andar de bicicleta é uma boa maneira de fortalecer o coração, reforçando sua capacidade de bombear o sangue arterial de forma mais eficiente.”

Olhos protegidos

 

Óculos de proteção evitam que insetos e poeira entrem nos olhos – eu já vi pessoas caírem por causa disso. Se você não tiver óculos especiais, mantenha-se atento!

 

Freio checado

 

Outro ponto importante é verificar os freios e fazer a manutenção de todo o sistema da magrela. Bicicletas com mais tempo de uso precisam de cuidados nos cabos, marcha, rodas e lubrificação das correntes.

/

De olho no piso

 

Ao passear pela cidade, cuidado com o calçamento: não ande sobre as calçadas, pois elas são dedicadas aos pedestres. A bicicleta é um meio de transporte não motorizado, ou seja, devemos usar as vias para meio de transporte (como ruas e ciclovias).

 

Nada de contramão

 

A turma que pedala na estrada deve sempre seguir a mão da via. Além de pegar vento a favor – o que facilita muito o exercício –  fica fácil para o motorista visualizar a bicicleta através da sinalização colocada na parte de trás.

 

Prepare-se para a noite

 

Quem gosta de fazer passeios noturnos com a magrela não pode esquecer de colocar sinalização no capacete e na bicicleta. Além disso, os defletores dos pedais devem estar sempre limpos.



 “Quem gosta de fazer passeios noturnos com a magrela não pode esquecer de colocar sinalização no capacete e na bicicleta.”

Tenha paciência

 

Preste atenção às sinalizações de trânsito e tenha paciência com quem está atravessando a rua ou a ciclovia. Ao lidar com os carros, utilize os sinais manuais para realizar contornos ou manobras: mão para a esquerda para manobras à esquerda, mão para a direita para manobras à direita, e mão para o alto para sinalizar a parada. Tomando todos esses cuidados, você se diverte com segurança.

 

Agora, sou um adepto da bicicleta, além da corrida, natação, remada, treinamento funcional, musculação, vôlei de praia e, de vez em quando, do futebol. Afinal, o corpo foi feito para o movimento, independentemente da idade.

 

Lembre-se: Qualquer dúvida, mande uma mensagem nos comentários. E aguarde os vídeos demonstrativos que fizemos para dar sugestões de exercícios para vocês.

 

Um forte abraço!

0 Perguntas:

Pergunta enviada
para aprovação


Compartilhe: