Corredores: não sofram mais com a canelite

Sentiu dor na canela? Pode ser uma inflamação que precisa ser tratada com repouso e até fisioterapia

Por Robson Caetano



Quando eu era garoto, no início da minha carreira no Botafogo, vivenciei uma das experiências mais incômodas que se pode ter. Uma dor que, como eu, muita gente sente e não sabe como se livrar: a canelite. Ela acontece em razão do estresse na face da tíbia e, quando ataca, mal dá para encostar a mão na canela.

 

A canelite é a inflamação de uma membrana da canela chamada fáscia medial. Como está diretamente ligada à tíbia, a sensação é a de que o osso é que está doendo, mas, na verdade, não é. Por causa da dor, começamos a pisar de maneira errada, comprometendo o movimento correto, podendo causar outras sequelas, como sobrecarga dos tendões de aquiles (que ficam atrás dos tornozelos) e até mesmo uma fascite plantar (inflamação na sola do pé).

 

A canelite é a inflamação de uma membrana da canela chamada fáscia medial.

Os corredores de longas distâncias sofrem demais com essa dor, assim como os velocistas, devido aos impactos muito fortes. Ao sentir a canelite, o ideal é fazer repouso e reduzir a quantidade de repetições nas atividades.

 

Para diminuir a pressão na canela, minha sugestão é colocar gelo no local durante 20 minutos, três vezes ao dia, mas o ideal é checar com o seu ortopedista se é possível tomar remédios para aliviar essa dor.

 

 

Existe também uma outra dor que se assemelha muito à canelite: a síndrome compartimental. Este caso é mais grave, pois a pressão é tanta que, em situações extremas, é preciso se submeter uma cirurgia para aliviar a pressão. É uma anomalia que acontece raramente, mas que merece ser mencionada pela gravidade.

 

Para saber se a dor é mesmo canelite, inicialmente é preciso fazer um exame. É muito comum identificá-la durante a corrida, pois a dor faz a gente correr usando o lado de fora do pé, transferindo o peso para o músculo tibial longo, na lateral da canela – o que compromete a atividade.

 

Quando a canelite é diagnosticada, é preciso fazer compressas geladas e fisioterapia, em alguns casos, assim como repousar e reduzir o ritmo. Para quem corre longas distâncias, é bom treinar em um terreno de saibro ou grama.

 



Quando a canelite é diagnosticada, é preciso fazer compressas geladas e fisioterapia, em alguns casos.

Falo por experiência própria: o tratamento deve ser feito de forma integral, pois insistir em treinar pode causar uma fratura por estresse. Só o descanso e a redução nas repetições trarão alívio para as dores.

 

Vamos lá: #comeceagora a cuidar do seu bem mais precioso, a sua vida! Assim você vai ter mais disposição para curtir o que ela tem de melhor para oferecer! Já sabe: se tiver qualquer dúvida, escreva para mim nos comentários abaixo.

 

Um forte abraço!

0 Perguntas:

Pergunta enviada
para aprovação


Compartilhe: