Minha casa, minha academia

Com restrições de acesso ou horários na academia, a nossa casa pode, e deve, ser a alternativa para que todo mundo se mantenha em movimento

29/10/2020 - por Robson Caetano



Em tempos como os que estamos vivendo, a casa da gente tem virado um santuário. E alguns cantinhos se transformam no local de encontro com a nossa essência.

 

Neste 2020, saímos de uma vida agitada, cheia de movimento para uma situação em que a distância mais longa que chegamos a percorrer foi até a porta da sala ou o portão para o quintal. Para quem mora em apartamento, do quarto até a cozinha para um lanchinho rápido...

 

 

No início da quarentena, no já distante meio de março, fiquei na expectativa de que teríamos uma pausa de duas a quatro semanas para conseguir conter a escalada de infecções. E bem, lá se vão muitos dias desde que muita gente optou por ficar em casa.

 

As coisas dificilmente voltarão a ser como antes: isso é um fato. Vai demorar para voltarmos a frequentar a academia com a tranquilidade e a naturalidade que tínhamos até tudo isso começar, e, apesar do retorno de forma cuidadosa, ainda precisamos nos acostumar com as mudanças.

 

Então, como fazer para seguir firme no plano de deixar o sedentarismo de lado e sermos fisicamente ativos?

 

Minha casa, minha academia

Se você ainda não se sente seguro para frequentar a academia e quer manter (ou quem sabe começar) uma rotina de exercícios de qualidade, saiba que existe um lugar muito bom para isso: a sua casa.

 

Sim, a casa da gente é uma academia com potencial enorme. E a pandemia nos mostrou que também é possível contar com a supervisão de um profissional de educação a distância para montar e passar um treino bem bacana.

 

Quer exemplos de como a sua a casa pode se transformar em uma academia? Então vamos a eles.

 

Como é que vou fazer abdominais?

Lá na academia você provavelmente contava com alguns aparelhos ou então com um espaço bem bacana para fazer suas séries de abdominal, né? Em casa dá para fazer isso também, no chão, no sofá e até com a ajuda de uma cadeira, como eu mostrei aqui.

 

Trabalhos de isometria, como prancha, prancha invertida, suspensão das pernas e tronco - para ficar por alguns segundos fortalecendo o abdômen - sempre são bem-vindos.

 

Como é que eu vou fazer exercícios para as pernas?

Que tal realizar um trabalho de extensão de pernas com saco de arroz de 5 quilos, ou com uma sacola de supermercado com alguns objetos para servir de peso? Basta sentar-se, apoiar o saco de arroz ou a sacola de supermercado na canela e realizar o movimento do chute.

 

Sofás, camas e cadeiras podem servir de apoio para realizar o agachamento.

 

Tem um corredor extenso por aí? Então você pode fazer o “vai-e-vem” (veja aqui como fazer) ou então o afundo e a passada (uma variação do afundo em que você caminha por uma curta distância).

 

Outro equipamento muito bom para a nossa academia caseira é a parede, que serve como apoio para exercícios como agachamento (em que você encosta as costas na parede e “senta” em um banco imaginário) e elevação de quadril.

 

Como é que vou fazer exercícios para braços e troncos?

A mesma parede do tópico anterior vai ser sua amiga para muitos exercícios que trabalham a musculatura superior. Nela, você pode realizar uma flexão em inclinação, que é ótima para quem não consegue fazer na posição horizontal.

 

A cadeira vai ser o seu equipamento para fazer um exercício para a dorsal. É só entrar em cima dela, abraçar o assento e elevar o corpo.

 

E se você está sentindo falta de levantar um peso, na falta de uma barra, use uma mala com algumas roupas para fazer o supino e aumentar o volume muscular.

 

Podcast Comece Agora: Clique no play e ouça todos os episódios com o Robson Caetano

 

Faça exercícios com a supervisão de um profissional de educação física

Os profissionais de educação física estão nas redes sociais injetando disposição e usando toda a sua criatividade para ajudar cada um de vocês a adaptar exercícios físicos para serem realizados em um espaço físico menor.

 

Por outro lado, tem gente com muito espaço e não tem ideia de como deixá-lo mais funcional. É por isso, e para isso, que estamos aqui: para deixá-los confortáveis com qualquer espaço e otimizá-lo para a prática da atividade física.

 

Essas são algumas sugestões para a sua academia em casa. Exercício físico é um dos melhores remédios para combater o estresse e deixar a saúde mental em dia. Trinta minutinhos por dia já são suficientes para sentirmos os benefícios da atividade física.

 

 Siga com a gente, por aqui, e vamos juntos buscar qualidade para nossa vida com a educação do físico, do espírito e da mente.

 

Um abraço que, mesmo a distância, tem muito amor e carinho a cada um de vocês.


Compartilhe: