O que não pode faltar na sua academia caseira

De cordinha de varal ao rolo de treino para bike: veja como equipar o seu novo local de treinamento

29/10/2020



Oi! Olá! Como é que vocês estão?

 

A pandemia do novo coronavírus mostrou o quanto a minha casa, meu sagrado espaço de descanso, acabou virando academia. Sempre tem um objeto útil para fazer atividade física em cada cantinho dela.

 

Com as restrições de locomoção impostas pela pandemia do novo coronavírus, muita gente — incluindo eu e a minha família, que nem é assim tão adepta da atividade física — passou não só a estudar e trabalhar de casa, como também a se exercitar.

 

 

Aí, a pergunta que muita gente me perguntou era: dá para simular uma academia em casa? A resposta: sim!!!

 

Claro que existem diferenças, afinal, todos aqueles equipamentos, halteres e pesos têm o seu porquê. Mas é possível, sim, manter o seu corpo ativo enquanto o distanciamento social for uma das recomendações para a gente conseguir vencer esse vírus – e cá entre nós, até mesmo para o pós-pandemia, caso você ainda não se sinta seguro para frequentar uma academia.

 

E vejam só que coisa legal: não é preciso grandes investimentos para adaptar a sua residência, seja ela grande, média ou pequena, num local adequado e equipado para manter-se em forma.

 

Vamos ver, então, quais são os materiais que não podem faltar:

 

Para quem está um pouco curto de grana ou não tem como fazer/receber compras pela internet:

  • Cordinha de varal — para pular corda e realizar exercícios de lateralidade. 
  • Câmara de pneu de bicicleta — para os trabalhos de força, para braços e pernas. 
  • Garrafas pet — que simulam halteres para trabalhos de força. 
  • Camiseta velha de manga comprida — para fazer exercícios de alongamento das pernas. 
  • Cadeira, sofás e paredes — que servem como apoio para a execução de exercícios como agachamento, afundo de perna, tríceps e flexão de braços.

Para quem pode comprar alguns equipamentos, aqui vai a listinha do Robson para equipar a sua academia personalizada.

  • Cordas elásticas. 
  • Elásticos com tensões diferentes — para fortalecer os músculos abdutores e adutores da coxa. 
  • Caneleiras — para trabalhar o músculo posterior da coxa e glúteos. 
  • Pesos pequenos — para fazer o trabalho de força dos membros superiores. 
  • Faixa de judô — para fazer alongamento. 
  • Medicine ball de 5, 10 e 20kg — mais indicada para quem tem espaço, já que alguns exercícios consistem em fazer arremessos com esses equipamentos. 
  • Carpete de ginastica — para fazer exercícios de isometria, alongamento e abdominais com mais conforto. 
  • Cordinhas para pular corda — para variar os exercícios aeróbicos (além da corridinha no lugar e polichinelo). 
  • Para quem pedala, um rolo de treino para bike (para “travar” a sua bicicleta na sala e simular uma ergométrica) ou uma esteira para fazer um trabalho aeróbico completo (são mais caros, mas existe a opção de alugar esses equipamentos nas grandes cidades).

Agora, se estamos falando de atividade em casa, precisamos nos lembrar de coisas importantes para realizar essas atividades, como:

  • Força de vontade (isso será fundamental para o sucesso do trabalho).
  • Disciplina (para colocar na rotina atividades leves a moderadas, que te trarão benefícios).
  • Desejo de fortalecer a imunidade (para enfrentar os momentos mais difíceis, pelos quais todos nós estamos passando).
  • O apoio de um profissional de educação física (para montar um treino específico para os seus objetivos).

 

Um forte abraço do amigo e embaixador qualidade de vida Robson Caetano e bora cuidar da saúde.

 


Compartilhe:

0 Comentários:

Comentário enviado
para aprovação