Vitaminas para um corpo saudável

Se você realiza atividades físicas, você precisa delas para recuperar o corpo

08/02/2019 - por Robson Caetano



Oi! Olá! Como vocês estão?

 

Quando eu era atleta, me lembro de ouvir, no início da minha carreira, muitas coisas a respeito da alimentação ideal. Diziam que o açúcar mascavo era o melhor para consumir, que comer macarrão à noite atrapalhava o sono, que a carne vermelha deveria ser evitada. Enfim, uma série de dicas e receitas prontas para prevenir ou curar todos os problemas.

 

O mesmo ouvimos hoje em dia sobre a suplementação vitamínica para quem faz atividade física. Sempre tem alguém (e geralmente não é um profissional de nutrição) que tem na ponta da língua aquela dica sensacional que foi fundamental para o seu desempenho esportivo.

 

 

As vitaminas são importantes para que os músculos fiquem saudáveis. São os nutrientes que melhoram a capacidade muscular, mas, por favor: tenha calma na hora de sair por aí seguindo aquela receita milagrosa de um conhecido daquele seu vizinho, que melhorou de algum problema porque passou a comer uma dúzia de laranjas por dia.

 

Existem pessoas que precisam de reposição de vitaminas e sofrem uma vida inteira sem saber o porquê. Se esse é o seu caso, faça o seguinte: visite um profissional de nutrição, fale sobre a sua rotina, e você vai entender como é importante ter um corpo equilibrado e os músculos com energia para aguentar o dia a dia.

 

Aliás, foi o que fiz no fim de 2018, quando separei um tempo para me consultar e conversar com a nutricionista Carla Borges. O papo foi tão bom, que eu resolvi mostrar aqui o que falamos sobre a dupla “alimentação e atividade física”.

 

“Quem faz atividade física precisa de uma carga maior de vitaminas”

Robson Caetano: Existe um alimento — ou uma combinação alimentar — que possa ser consumido diariamente para a manutenção e o balanço corporal?

 

Carla Borges: Não existe um alimento completo e perfeito. O importante é que a alimentação seja variada, para que possamos ingerir a maior quantidade possível de nutrientes. O ideal é que o programa alimentar seja individualizado. Para a manutenção da composição corporal, é preciso que o consumo de calorias seja equivalente ao gasto energético diário.

 

RC: E para quem faz atividade física?

 

CB: Para quem faz atividade física, o consumo energético deve considerar o gasto com as atividades realizadas, e a ingestão de carboidratos pode ser aumentada um pouco mais, assim como a de vitaminas.

 

RC: Qual a importância das vitaminas?

 

CB: Elas são fundamentais para qualquer reação que ocorra no nosso organismo. E quem faz atividade física precisa de uma carga muito maior das vitaminas. Sempre que a atividade física é realizada, por conta do desgaste físico, o corpo precisa realizar a renovação no interior da musculatura. A falta de alguma vitamina pode causar danos de estrutura muscular, como, por exemplo, as lesões.



"O importante é que a alimentação seja variada"

RC: O corpo produz a quantidade necessária de vitaminas para a manutenção do corpo?

 

CB: Para as atividades do dia a dia sim, sendo a maioria por meio da alimentação. Mas quando entram fatores como atividade física ou alguma patologia, onde há um desequilíbrio funcional do organismo, a ingestão ou aplicação delas pode ser necessária.

 

RC: Existe alguma vitamina que seria de fundamental importância para o corpo?

 

CB: Todas são importantes, mas se tivesse que falar sobre uma que provoca um tremendo bem-estar, seria a vitamina D. Tenho constatado, aqui no consultório, que pessoas que usam protetor solar em excesso têm níveis baixos de vitamina D. Portanto, o ideal é proteger a pele sim, mas sem errar na quantidade.

 

RC: E a vitamina C, ela é importante só para evitar gripe?

 

CB: Não, ela é muito rica em carboidratos. Por exemplo, num copo de suco de laranja tem mais carboidrato do que o corpo precisa. É claro que ele auxilia na melhora da imunidade, mas é preciso que a atividade física seja um complemento.

 

RC: E para os mais velhos, quais os cuidados?

 

CB: Com o tempo, vamos perdendo a capacidade de produzir algumas vitaminas e precisamos pisar no freio em outras, pois o metabolismo vai ficando menos acelerado. O corpo está em constante mudanças. O mesmo copo de suco de laranja já não pode ser ministrado com frequência numa pessoa que tenha mais de 50 anos, pois haverá um consumo desnecessário de carboidratos, ou seja, essa pessoa vai acumular gordura.

0 Perguntas:

Pergunta enviada
para aprovação


Compartilhe: